Leite de Amêndoa caseiro e Bolinho de Amêndoa

leite de amêndoa

Oi gente, tudo bem?
Devido a minha alimentação restrita neste período de amamentação, acabei experimentando alguns alimentos diferentes, que não imaginava que uma dia fosse provar, dentre eles esta' o leite de amêndoa caseiro, cuja receita e' muito fácil. 
De todos os leites vegetais que provei, este foi o unico que arrisquei fazer em casa, e não o provei na versão industrializada.

Vamos ao que interessa, pois o tempo e' curto e o Gael já já acorda pra mamar.

Clica no play e assista ao filminho


Leite de Amêndoas 

Ingredientes
1 xícara de amêndoas cruas
4 xícaras de água

Modo de fazer
Deixe as amêndoas de molho submergida em água por 8 horas (sugiro que deixe de um dia para o outro). Apos este período, escorra a água, lave as amêndoas e bate-as no liquidificador com 4 xícaras de água.
Coe o liquido com uma peneira fina ou utilizando um tecido bem fininho (eu usei algumas gazes). 
Pronto! o seu leite de amêndoas esta' pronto.  

Sugiro que não descarte as amêndoas trituradas, use no preparo de bolos, cupcakes, mufins, cookies. etc

Olha esta receita de bolinho de amêndoa que fiz, inspirada no programa Que Seja Doce, do canal GNT

bolo de amêndoa
tive de colocar a fitinha de cetim pra agradar a Aimê, pois o original tem fitinha também   

Bolinho de Amêndoa

Ingredientes
1 xícara (de chá) de farinha de amêndoa (usei a amêndoa que sobrou do leite)
1 xícara (de chá) de açúcar confeiteiro
5 colheres (de sopa) de farinha de trigo
1 colher (de chá) de baunilha
4 claras em neve
¾ de xícara de manteiga derretida

Modo de Fazer:
Pre-aqueça o forno a 180°C.
Numa tigela, misture as farinhas, o açúcar e a baunilha.
Adicione as claras em neve. Depois, adicione a manteiga delicadamente.
Leve à geladeira por 30 minutos. Depois, leve ao forno até dourar e formar casquinha (aproximadamente meia hora).
Obs,: o meu bolinho ficou leve, suave, porem úmido, não sei se a textura dele e' assim mesmo, ou se e' porque eu usei aquela amêndoa triturada que sobrou do leite.  




Alimentação para a fase de lactação

alimentos para a fase de lactacao

Hoje vou falar de um assunto polêmico, que gera conflito, inclusive pessoal: a alimentação da lactante. 
Durante a gestação ha uma preocupação com a alimentação da gestante, pois o bom desenvolvimento do bebê depende dos alimentos consumidos pela mãe. Apos o nascimento, a restrição alimentar, acredito eu, ser ainda maior, mas agora o foco e' a produção do leite. Segundo algumas teorias, o que a mãe ingere passa para o leite e afeta diretamente o bebê, causando cólicas e desconfortos intestinais. Mas ha estudos que dizem o contrário, que a alimentação da mãe somente interfere no gosto do leite (o que e' bom para a formação do paladar da criança) e não causa gases no bebê.

No ultimo trimestre da minha gestação eu procurei uma nutricionista que me orientou com uma dieta específica para aquela fase, e agora, durante a amamentação, a dieta mudou um pouco pra pior. E dos três especialistas consultados (nutricionista, ginecologista obstetra e pediatra), dois recomendaram a restrição alimentar, sugerindo que eu evitasse vários alimentos nos primeiros 40 a 60 dias. Enquanto o terceiro (o pediatra), disse pra eu comer o que quisesse...
E agora, qual teoria seguir? 

Alimentos que devem ser evitados:

- leite e seus derivados (todos os queijos, requeijão e iogurtes);
- alimentos gordurosos
- massas fermentadas;
- chocolate;
- refrigerantes;
- cafe';
- chá mate, chá preto, chá verde;
- alimentos muito condimentados como o catchup, mostarda, molho inglês,pimenta;
- excesso de alho e cebola;
- todos os tipos de feijões (lentilha, grão de bico, ervilha) - pode consumir só o caldo do feijão;
- brócolis;
- couve-flor;
- couve manteiga;
- acelga;
- rúcula;
- agrião;
- repolho;
- nabo;
- batata doce;
- pepino;
- tomate;
- pimentão;
- frutas cítricas (laranja,limão, tangerina,lima da pérsia);

Os alimentos acima devem ser introduzidos aos poucos apos o período de restrição, observando as reações do bebê com relação a cólica, alergias e comportamento. 

Orientações especificas para a fase da amamentação
* tomar no minimo 3 litros de líquidos por dia, incluindo água e chás de ervas claras como camomila, erva doce, erva cidreira;
* coloque peixe no cardápio pelo menos uma vez na semana;
* coma todos os dias: 01 castanha do Pará, 2 nozes e 3 amêndoas; 
* suplementação: tomar uma capsula de Omega 3 (1000 mg) ao dia, apos o almoço ou jantar

Minhas observações
Eu estou evitando todos ou a grande maioria dos alimentos acima, mesmo assim o Gael começou a ter cólicas com 10 dias. No entanto, eu não tenho coragem de "chutar o balde" e comer realmente tudo o que tenho vontade e na quantidade desejada, porque eu tenho medo da situação piorar (não sei se e' possível).
Então fica a critério de cada um, eu escolhi me privar de algumas coisas para tentar aliviar o sofrimento do meu filho.



Dadinhos de Tapioca com Caramelo e Pimenta Biquinho

dadinhos de tapioca com caramelo e pimenta biquinho


No dia 06 de julho, faltando dois dias para a data marcada para o nascimento do Gael, eu comecei fazer um prato muito fácil e gostoso, que seria comido naquela noite, mas, surpresaaa, o parto adiantou e os meus petisquinhos tiveram de ficar pra depois.
Estou falando dos dadinhos (ou quadradinhos) de tapioca, servidos com caramelo e pimenta biquinho. Gente, e' uma delicia. Eu os provei num restaurante chiquetoso aqui da minha cidade. Procurei na internet a receita e bingo, achei.
Vamos ao que interessa: a receita.

dadinhos de tapioca com caramelo e pimenta biquinho

Dadinhos de Tapioca com caramelo e pimenta biquinho

250 g de tapioca granulada
250 g de queijo coalho
500 ml de leite
sal e pimenta a gosto
Acompanhamentos: calda de caramelo e pimenta biquinho

Modo de fazer: Coloque o leite para aquecer e enquanto isso rale o queijo coalho e misture com a tapioca. Quando o leite ferver, desligue o fogo e coloque-o aos poucos sobre a tapioca e o queijo, mexendo sem parar. Tempere com sal e pimenta.
Forre uma travessa com filme plástico ou unte-a como preferir, coloque a massa de tapioca na travessa e alise bem. Espere esfriar e leve `a geladeira por, no minimo, 2 horas. A seguir, corte a massa em quadradinhos, disponha-os sobre uma assadeira e leve ao forno preaquecido por 30 a 40 minutos, ou ate dourar. Sirva com caramelo e pimenta biquinho.

Para o caramelo, sugiro que façam a receita da Pepa, do blog O Tacho da Pepa, e' só clicar aqui, da' super certo.

Obs. não tenho foto da segunda parte da receita, porque como eu disse, houve um imprevisto, durante o processo de resfriamento, o Gael nasceu (rs), e quatro dias depois foi o meu marido que terminou a receita e ainda bem que a minha irmã se empolgou fez uma foto bonitinha do prato dela.

O lado nada glamouroso de um pós parto

www.kosogkaos.no

Quase um mês apos o meu parto (cesariana), posso dizer que estou bem, muito bem, quase 100%. Sinto apenas algumas dores internas, mas aparentemente (tirando as olheiras), não se diz que passei por uma intervenção cirúrgica tao invasiva (pelo menos eu acho) _ e mesmo assim eu ainda prefiro a cesária ao parto normal.
Na primeira semana eu fiquei muito mal, muito inchada, os meus tornozelos juntaram-se aos pés (rs). Tudo o que não inchei na gravidez, acumulei na semana posterior ao parto. Mas passou rápido, apos dez dias eu já estava com o peso de antes de engravidar, ou seja, emagreci os 8 kg conquistados na gestação e hoje estou mais magra ainda.

pés inchados


amamentação

Alem dos pés e pernas inchadas, os mamilos racharam (e olha que cuidei deles direitinho durante a gestação com massagens, estimulação e hidratação com lanolina), os pontos da cirurgia doíam, a pele do corpo ressecou, minha face chegou a descamar por causa da coceira decorrente da anestesia, a imunidade caiu e uma herpes apareceu e ainda tinha a melancolia. Ai que tristeza...

Tirando todas estas situações, ainda tem os cuidados intensivos que um recém nascido requer: acordar varias vezes durante a noite para amamentar, fazer arrotar, trocar fraldas, cuidar do umbiguinho, banho, cólicas, muitas cólicas (do bebê e da mamãe), etc. Por fim, talvez a parte mais delicada e importante, e' a atenção dobrada dispensada `a irmã do recém nascido.

Diferentemente da primeira gestação, desta vez eu tenho uma funcionária que me ajuda nas tarefas domésticas. E as visitas estão esporádicas, as pessoas estão mais conscientes, com  exceção de algumas, e' claro.

Todo o glamour fantasiado por algumas mulheres durante os nove meses, cai por terra logo na primeira semana apos o parto, tudo não passa de  expectativas, quando na prática a realidade 'e outra. Eu seria muito hipócrita se sustentasse esta fantasia, mas, enfim, não e' tao ruim assim, caso contrário as pessoas não teriam o segundo filho, não e'?

Sabonete de Colher

lembrancinha de nascimento chevron

Oi Gente, tudo bem com vocês?!
Chegou a hora de mostrar o que eu fiz de lembrancinha de nascimento do Gael.

sabonete de colher Peter Paiva
revista Make
Quando eu engravidei, comprei uma revista de artesanato, a Make, da Editora Minuano, e vi um sabonete de colher feito pelo Peter Paiva (esse da foto ai ao lado), foi amor a primeira vista, não consegui pensar em outra coisa como lembrança, mas eu me questionei: sera' que eu dou conta de fazer isso, sera' que vai ficar muito caro?
Assisti aos vídeos do Peter Paiva algumas quinhentas vezes e fiz orçamentos, constatando que não era nada de mirabolante.
Louca que sou, fui pra São Paulo e comprei todos os vidros e parte dos materiais necessários, o restante comprei pela internet. Montei e imprimi as etiquetas e recortei os círculos de tecido para cobrir o vidro.
O próximo passo era começar a fazer os sabonetes, mas eu fiquei tao focada nos materiais, que só me dei conta depois que precisaria de um fogão elétrico e de uma panela esmaltada. E agora? La vai eu atrás disso também, a panela não achei, comprei um canecão que me disseram que era esmaltado e eu acreditei (rs); o fogão, eu improvisei, usei a minha churrasqueira elétrica :)

O resultado disso tudo? Olha o que eu sei fazer!

lembrancinha de nascimento
execução

sabonete de colher como lembrancinha
bagunça e desespero em ver tudo ensaboado 

Eu confesso que não foi tao fácil assim, e que só me aprimorei mesmo depois dos primeiros 30 vidros, ou seja, já tinha feito metade.
Achei que iria enlouquecer, foi um dia inteiro no meio dessa bagunça e no final da noite eu já estava enjoada da fragrância escolhida.

lembrancinha chevron cinza

Não satisfeita, tinha de fazer uma caixa a altura dos meus sabonetes, não podia simplesmente deixa-los dentro do guarda-roupa. Mas eu estava com um pouco de preguiça e fiz uma coisa mais rápida, mandei bordar o nome do Gael, fiz patch embutido na tampa "dos mais simples" e encapei de tecido o restante, usando os tecidos do enxoval. 

sabonete de colher

O resultado foi compensador...
lembrança artesanal

Receita do Sabonete de Colher

material
  • 500 g de base glicerinada branca
  • 100 ml de essência
  • 150 ml de lauril
  • 1 colher (sopa) de óleo de coco de babaçu
  • 1 colher rasa (cafe) de cremor de tártaro
  • 50 ml de extrato de aloe vera
  • corante base de água para cosméticos
material de apoio
  • base para apoio (usei tábua de vidro) 
  • faca de inox
  • panela esmaltada (usei uma marinex de vidro)
  • fogão elétrico (usei churrasqueira elétrica)
  • espatula de silicone
  • como medidor de líquidos
  • bacia plástica
  • fuet (batedor de claras)
  • batedeira
  • manga para confeitar e bico
Material de montagem
  • vidro com tampa, tipo de conserva (usei de 100 ml)
  • colher (usei descartavel, de cafe)
  • fita ou elastico
  • tecido
  • etiqueta adesiva personalizada

Modo de Preparo
Pique em cubos a base glicerinada, coloque na panela esmaltada e leve a fonte de calor. Quando estiver em estado líquido retire da fonte de calor, com a ajuda de uma espátula confira se esta tudo derretido e homogêneo, limpe as bordas da panela e tampe-a por 5 minutos, acrescente o óleo de coco de babaçu, misture até que dissolva e em seguida acrescente todos os outros materiais solicitados. Lembrando que o corante se coloca gota a gota, ate chegar ao tom desejado. Após este passo tampe a panela e espere baixar um pouco a temperatura para que não seja necessário bater muito no próximo passo e passe do ponto. Após baixar a temperatura com o auxílio do fuet, faça muita espuma, (nesta hora pode-se usar o mix elétrico ou a batedeira elétrica) assim que triplicar o volume da glicerina com a espuma, agora ao invés de bater  a base misture com o fuet para que a base mais pesada e quente do fundo da bacia comece a esfriar e fique tudo com a mesma consistência. A base começará a esfriar e engrossar, se ela estiver mesmo bem aerada neste ponto começará a estourar um pouco a espuma e murchar. Nesse caso, bata mais com o fuet ate ficar no ponto exato do chantilly usado na culinária. Em seguida, espatule bem e confira se não tem nenhum caroço de base mais dura.

Montagem
Coloque o chantilly pronto dentro da manga de confeitar com o bico já posicionado e encha os recipientes de vidro. Caso queira, salpique glitter por cima do chantilly. Sabonete finalizado! Capriche na embalagem, posicione uma colher ao lado e coloque a etiqueta explicativa.




Minhas Considerações

- use material de qualidade - principalmente a base de glicerina - faz toda a diferença, viu, experiencia própria;
"O BARATO SAI CARO!" 
- a panela esmaltada pode ser substituída por uma de vidro ou outro recipiente de vidro que possa receber calor (usei uma tigela marinex);
- o fogão elétrico foi substituído por uma churrasqueira elétrica (daquelas de resistência);
- a glicerina NÃO pode ser derretida:
  • na panela de alumínio, porque em contato com o metal ela oxida;
  • no fogão normal,  porque queima fácil;
  • no microondas, porque desidrata e perde qualidade (sabe aquele sabonete que você usa e fica rachadinho, então...);
  • em banho-maria, porque o vapor pode contaminar o sabonete com fungos e bactérias 



fontes:
http://www.peterpaiva.com.br/sabonete-de-colher-linha-gold/
https://www.youtube.com/watch?v=IPRowthmCRM
Revista Make, ano VII, n. 46
http://www.revistaartesanato.com.br/como-derreter-glicerina-para-fazer-sabonetes-artesanais
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visualizações

Arquivo

Categorias